Trilha Inca: 3 trekkings para fazer fora de Machu Picchu

Curte trekking, aventuras, contato máximo com a natureza e superação? Então, bem-vindo à família! Quem é apaixonado por essas longas caminhadas já ouviu falar sobre a famosa Trilha Inca até o topo de Machu Picchu.

No entanto, o que pouca gente sabe é que esse caminho é apenas uma das diversas rotas para se chegar até o alto da cidade perdida Inca, além de existirem muitas outras trilhas fora desse roteiro.

Ou seja, se você já se aventurou uma vez pela tradicional Trilha Inca, não conseguiu vagas em seu roteiro ou pretende fazer outro caminho diferente desta vez, saiba que existem muitas possibilidades tão espetaculares quanto. E é justamente sobre isso que falaremos neste post!

Quer conferir outras rotas fora da Trilha Inca para se chegar até Machu Picchu e a outros destinos? Então, continue a leitura e tome nota das dicas abaixo. Vamos lá!

Trilha Inca

Qual a diferença entre a Trilha Inca e as rotas alternativas?

Não há dúvidas que todas as trilhas para Machu Picchu são surpreendentes e, cada qual, com suas caraterísticas, atrativos e paisagens. O fato em questão é que a tradicional Trilha Inca é muito concorrida, além de ter uma limitação diária de participantes.

Ou seja, tem muito turista que é pego de surpresa, em especial aqueles que não contam com o suporte de uma agência de viagens e acabam não conseguindo vagas para o trekking. As rotas alternativas não têm essa limitação e também contam com paisagens e cenários bem diferentes da Trilha Inca original.

Resumindo, independentemente do roteiro escolhido, tenha certeza que a aventura será excepcional e você desfrutará de cada passo em todos os caminhos. No entanto, tendo em vista que as rotas alternativas têm suas belezas e vantagens especiais, decidimos focar um pouco mais nesses trekkings “lado B” até Machu Picchu. Confira e se surpreenda!

Conheça as principais rotas alternativas à Trilha Inca para Machu Picchu e outros destinos

1- Montanha Colorida

Uma das trilhas mais incríveis e fora da rota de Machu Picchu é o caminho até a Rainbow Mountain ou a montanha arco-íris, como também é conhecida. Apesar de mais curta e sem a necessidade de pernoites no caminho, essa trilha inca também é repleta de encantos e com uma paisagem de cair o queixo.

São, ao todo, cerca de três horas de caminhada até o destino e um desafio de mais de 5.000 metros de altitude. A recompensa vai muito além do cenário final com as montanhas coloridas, pois todo o trajeto já reserva surpresas, como a possibilidade de avistar um condor e a visita das simpáticas lhamas que, certamente, farão parte do caminho.

Trilha Inca

2- Salkantay

Sem duvidas, Salkantay é a rota alternativa à Trilha Inca mais completa e repleta de surpresas e encantos. Aqui também não é necessário reservar vagas ou se preocupar com a limitação de pessoas. O percurso é longo e desafiador, mas as paisagens compensam todo o esforço físico. Por isso, é importante preparar o corpo e se adaptar à altitude antes de iniciar o trekking.

Para quem não conhece, Salkantay é um enorme vale nevado a mais de 6.200 metros acima do mar e o caminho percorrido leva, em média, cinco dias. Pelo trajeto, o aventureiro passa por cenários diferentes e diversos, com temperaturas variando entre -5ºC e 26ºC, e com paisagens que vão desde neve a locais rochosos e com matas fechadas. Uma aventura completa e cheia de encantos.

Outra grande vantagem de realizar a Salkantay no lugar da Trilha Inca convencional é que o caminho pode contemplar diferentes paradas e atrativos bem diversificados. Veja alguns exemplos abaixo!

2.1- Com direito à noite mais estrelada

Depois de um dia de esforço físico e muita superação, nada mais justo do que uma noite bem dormida, não é mesmo? Mas não adianta só uma cama confortável e bons serviços. A rota Salkantay Estrelada reserva uma surpresa espetacular: um acampamento em cabanas com tetos de vidro para você apreciar a noite mais estrelada de sua vida, em Soraypampa.

A caminhada segue pelos demais dias, passando por campos, vales e rios, pela inacreditável Laguna Humantay até, finalmente, finalizar em Machu Picchu.

2.2- Rota combinada

Certamente, quem pretende fazer a Trilha Inca ou alguma rota alternativa vai passar também pela região do Vale Sagrado. No entanto, o roteiro Salkantay Combinado é um tour muito completo e detalhado que combina o trekking e uma passeio por toda a região de Cusco e adjacências.

Assim, você poderá visitar igrejas, catedrais, sítios arqueológicos, mercados, feiras e povoados diversos com calma, antes de ingressar na aventura da trilha e, finalmente, chegar em Machu Picchu. Uma opção para quem tem disposição e sede de cultura!

Trilha Inca

2.3- Luxo e conforto

Por fim, a trilha inca de Salkantay pode lhe render dias de superação, somados a noites luxuosas e confortáveis. Já imaginou? Pois bem, a Salkantay by Mountain Lodge é um percurso que une todos os momentos de aventura a uma hospedagem de luxo, em pleno vale nevado, em um lodge repleto de serviços e bom gosto. Depois de tanto esforço, você merece todo esse luxo!

3- Vale dos Lares

Outra região muito propícia para uma trilha Inca é o exuberante Vale do Lares. O roteiro inclui um tour completíssimo por diversos povoados que ainda mantêm suas tradições e costumes, além de contemplar paisagens incomparáveis a qualquer outro lugar do mundo.

O Vale dos Lares abrange diversas cidades e isso possibilita caminhadas e pedaladas por diversas delas, como Lamay, Huacahuasi, Ollantaytambo, entre muitas outras. Sem dúvidas, uma experiência completa de cultura, história, sabores e atividades diversas.

Como fazer a trilha Inca ou uma rota alternativa sem preocupações?

Qualquer que seja o caminho que você pretenda percorrer, prepare-se com antecedência, pois os trajetos exigem preparo físico e saúde em dia. Além disso, os trekkings precisam de acompanhamento de guias especializados e, no caso da trilha Inca convencional, a reserva de ingressos, assim como a entrada do parque.

Portanto, a dica é se planejar com antecedência e fechar o seu roteiro com uma agência, ainda no Brasil, pois, desta forma, fica mais fácil de montar o trajeto e negociar valores, datas etc. Além de toda a facilidade e despreocupação que a empresa vai oferecer, você conta também com um suporte durante toda a viagem, incluindo guias, equipamentos, transportes, entre outros benefícios.

Enfim, essas foram as nossas dicas para quem pretende visitar Machu Picchu a pé, mas sem se prender somente à trilha Inca convencional. Vale reforçar que todos os caminhos são incríveis e surpreendentes e, independentemente de sua escolha, sua viagem será muito especial e inesquecível. Prepare a mochila, as pernas e aproveite a melhor aventura de sua vida!

Curtiu o nosso post sobre as rotas alternativas à Trilha Inca até Machu Picchu? Então, confira também outros roteiros imperdíveis que esse país reserva aos seus viajantes. Escolha o seu e boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *