Encante-se com a ponte Q’swachaka, nova atração de Cusco

Quando a gente acha que a região de Cusco e todos os mistérios incas já foram desvendados, o governo do Peru vem e anuncia novas rotas turísticas locais, com atrativos, histórias e experiências que nem os mais aventureiros imaginavam fazer há até pouco tempo.

Uma delas é a fantástica ponte Q’swachaka, que todo ano é reconstruída toda em “capim”, sobre o agitado rio Apurímac, pelos povos andinos.

Se você já se animou só de imaginar, então prepare-se para conhecer um pouco mais sobre esse atrativo arrepiante que agora poderá fazer parte de seu roteiro por Cusco e Machu Picchu. Preparada para a aventura? Então, bora conhecer mais!

Ponte Q’swachaka: uma tradição de mais de 600 anos

A Ponto Q’swachaka é considerada a última ponte Inca ainda em uso no Peru e fazia parte de uma extensa rede de trilhas e caminhos que ligavam os principais centros, cidades e vilas dessa antiga civilização. Ela é confeccionada à mão pelos povos andinos, que herdaram essa tradição estimada em, pelo menos, 600 anos. Tal feito rendeu à construção o título de Patrimônio da Humanidade pela Unesco, concedido em 2013.

Pouco conhecida entre muitos aventureiros, a partir de agora a Ponte Q’swachaka finalmente ganha seu devido destaque, com o anúncio de quatro novas rotas turísticas do governo peruano, o que inclui o atrativo e sua lindíssima região.

ponte Q'swachaka

Algumas curiosidades da Ponte Q’swachaka

Como tudo no Peru, a Ponte Q’swachaka também esconde seus mistérios e lendas milenares, além, claro, de ser um verdadeiro cartão postal, digno de um filme de aventura, ligando dois enormes paredões de pedra, sobre um agitado rio de águas geladas. Abaixo, separamos algumas curiosidades desse fabuloso atrativo. Veja só!

  • a Ponte Q’swachaka é desfeita e reconstruída à mão, todos os anos, pelos povos de ambos os lados do rio, que se reúnem todo mês de junho para a reconstrução, seguindo uma tradição ancestral dos Incas;

  • de acordo com a tradição, somente homens trabalham na construção da ponte, enquanto as mulheres se dedicam à tecelagem das cordas mais finas, sempre do alto do desfiladeiro;

  • a base principal da Ponte Q’swachaka é montada com seis grandes cordas de três camadas. Cada corda tem cerca de 30 cm de espessura e, em média, é formada por 120 cordas finas entrelaçadas;

  • o material utilizado é um capim específico, conhecido como qoya ichu;

  • durante o processo, o capim é batido com pedras arredondadas e embebidos com água, para ficarem mais maleáveis;

  • nenhum tipo de maquinário ou ferramenta moderna é utilizada na construção da ponte Q’swachaka, sendo todo o trabalho artesanal;

  • a antiga ponte é cortada e a mesma despenca do desfiladeiro sobre o rio.

ponte Q'swachaka

Os quatro dias de cerimônia da construção da Ponte Q’swachaka

A reconstrução da Ponte Q’swachaka leva quatro dias para ser finalizada e cada etapa segue suas tradições, costumes e processos. Para quem quer vivenciar isso de perto, confira como funciona:

  • primeiro dia – o ritual tem início com oferendas a Apu Quinsallallawi, o Deus das Montanhas e, neste momento, as famílias começam a separar o capim e tecer as primeiras cordas;

  • segundo dia – nesse tempo, as antigas cordas começam a ser soltas e se cria uma nova base com as novas, ligando os dois extremos do desfiladeiro;

  • terceiro dia – sem medo de altura, os homens percorrem a estrutura para amarrar as cordas menores, entre o corrimão e a base da ponte;

  • quarto dia – a ponte é finalizada e durará um ano inteiro. Neste momento é realizada uma linda cerimônia com muita música e comidas típicas peruanas, preparadas pelos locais.

Onde fica a Ponte Q’swachaka no Peru?

Na seleta lista de destinos onde nem o Google chegou ainda, a Ponte Q’swachaka fica no distrito de Quehue, a aproximadamente 180 Km de distância de Cusco. A viagem só de ida dura pouco mais de três horas de carro e é preciso encarar algumas trilhas de nível fácil.

Há pouquíssimos ônibus para a região saindo de Cusco. Portanto, se quer uma dica, nem pense duas vezes antes de fechar o passeio diretamente com uma agência de viagem.

O que visitar além da Ponte Q’swachaka?

Não vá pensando que seu roteiro se limitará apenas à reconstrução e à cerimônia da Ponte Q’swachaka. A região é repleta de atrativos incríveis e fascinantes, que certamente farão seu passeio ainda mais completo. Anote algumas dicas imperdíveis que podem ser exploradas na região:

  • Laguna Pomcanchi;

  • Laguna Acopia;

  • Laguna Asnaqocha;

  • Laguna Pampamarca.

ponte Q'swachaka

Recomendações úteis para visitar a Ponte Q’swachaka

Por ser considerada uma rota nova e pouco explorada pela maior parte dos turistas, a Ponte Q’swachaka pode se destacar como um passeio mais “roots”, o que não significa ter que passar por perrengues ou desconfortos durante a viagem. Muito pelo contrário! Algumas agências especializadas fazem o roteiro com todo o suporte necessário, só que precisa levar em consideração alguns fatores, como:

  • não há hotéis ou pousadas na região e, normalmente, os pernoites são realizados em campings;

  • também não há restaurantes, sendo a alimentação, basicamente, preparada por famílias locais (comida típica de verdade);

  • para acompanhar toda a cerimônia da construção, as comunidades locais cobram um valor simbólico dos turistas;

  • não se esqueça de levar roupas e acessórios de frio, assim como sacos de dormir;

  • também é recomendado levar botas ou tênis confortáveis para caminhadas;

  • repelente e protetor solar são sempre bem-vindos.

Como conhecer a ponte Q’swachaka sem perrengues?

Seja durante a cerimônia de construção (junho), seja no restante do ano, a Machu Picchu Brasil é a única agência brasileira especializada no turismo peruano que oferece essa rota em seus pacotes e com o suporte necessário que cuidará de tudo para você ter a melhor experiência de viagem.

Por fim, descobrir a magia da Ponte Q’swachaka é mais uma das maravilhas que uma trip para o Peru pode proporcionar, levando o viajante a uma verdadeira viagem no tempo, indo a fundo nas tradições incas, por onde quase ninguém ainda conhece e por lugares que permanecem praticamente intocados. Viva esse momento!

Curtiu? Que tal tornar isso uma realidade e incluir a Ponte Q’swachaka em seu próximo roteiro? Não perca tempo, converse com um de nossos especialistas e se informe mais sobre a mais incrível aventura de sua vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *