Pisco Peruano: patrimônio cultural do Peru

pisco peruano

Se você pretende viajar para o Peru, com certeza já ouviu falar sobre uma bebida muito famosa no país: o Pisco Peruano

Um dos primeiros registros sobre o Pisco é do século XVI, quando a Espanha levou as primeiras videiras para Cusco. Elas foram cultivadas no Vale de Pisco, onde a adaptação das uvas foi perfeita.

O termo “Pisco” vem do quéchua, uma língua indígena da América do Sul e ainda muito falada no Peru e nos países vizinhos, e significa “pássaros”.

As principais regiões produtoras do Pisco Peruano são: Lima, Ica, Arequipa, Moquegua e os vales de Locumba, Sama e Caplina.

Como o Pisco Peruano é produzido

vinícola

O Pisco Peruano é um tipo de aguardente, mas sua produção não é tão simples. Um Pisco considerado de alto padrão pode demorar até 24 meses para ficar pronto e chega a atingir um teor alcóolico de 70%.   

Além disso, essa bebida só pode ser produzida com uvas pisqueira, divididas em aromáticas (Itália, Moscatel, Albilla e Torontel) e não aromáticas (Quebranta, Negra Criolla, Molla e Uvina).

Após a escolha das uvas, elas são esmagadas para obter o mosto (o suco da uva). Em algumas produções artesanais, a moagem ainda é feita pela pisa de homens.

Em seguida, o suco é guardado em uma cuba – de material que não altere nenhuma característica da bebida, como cor ou sabor – para que ele seja fermentado e depois destilado.

O Pisco Peruano só é adequado para o consumo depois de, pelo menos, três meses de repouso após a destilação.

O mix de sabores desse patrimônio cultural peruano

Agora que você já sabe a história e o processo de fabricação dessa bebida tão famosa no Peru, você precisa conhecer as variedades do Pisco Peruano.Assim, quando você realizar sua viagem, já vai ter em mente a sua favorita!

  • Pisco Puro: feito somente com uvas não aromáticas e tem aroma simples e sabor pronunciado. É ideal para elaboração de coquetéis como o Pisco Sour. 
  • Aromático: sua maior característica é o aroma de frutas frescas e flores, já que, para a sua elaboração, as pisqueiras aromáticas são as escolhidas. 
  • Mosto verde: derivado da interrupção da fermentação, requer uma quantidade maior de uvas para sua fabricação. Ele possui diversos aromas e sabores.
  • Acholado: é a mistura de várias uvas aromáticas e não aromáticas. Neste caso, cada produtor tem sua receita secreta para a produção de um Pisco Acholado exclusivo!

Curiosidades sobre o Pisco Peruano (Ou Pisco Chileno?)

Existe uma disputa entre Peru e Chile sobre a origem do Pisco. De acordo com os registros, a bebida é de origem peruana, mas os chilenos, como bons e velhos marketeiros, propagaram a bebida pelo mundo.

O Pisco Peruano é tão importante para o país que no último domingo de julho é comemorado o Dia do Pisco.

Além disso, em Cusco, fica localizado o Museu Del Pisco, um bar onde você pode saber tudo sobre Pisco Peruano, experimentar diversos drinks a base da bebida e, claro, garantir a sua garrafa!

Aproveite e inclua no seu roteiro um tour pelas vinícolas peruanas e se apaixone ainda mais por esse país incrível!

Para fazer em casa 

Enquanto você não viaja para o Peru, dá para aproveitar para fazer um drinque na sua casa e sentir um gostinho do que vai experimentar no país futuramente.

O drinque mais famoso é o Pisco Sour, que parece uma caipirinha feita de Pisco. Você pode encontrar a bebida em grandes redes de supermercado e então fazer o coquetel. 

A receita está disponível em vários sites, como o Esse Mundo é Nosso, que indica para a receita: 

  • 2 ou 3 doses de Pisco 
  • 1 dose de xarope de açúcar 
  • 1 dose de suco de limão
  • 1/2 clara de ovo
  • 6 pedras de gelo

Diferentes sites também indicam o uso de algumas gotas de amargo de angostura ou até molho de pimenta. Experimente! 

Comece a planejar seu sonho! 

O Peru é um país recheado de histórias e opções de lazer para todas as idades. Então, que tal conhecer uma aventura peruana que tem tudo a ver com seu perfil de viajante? Criamos um teste rápido para você descobrir!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *