Peru: País de Sabores

Peru: País de Sabores

No final de 2013, o Peru: País de Sabores ganhou pela segunda vez consecutiva o prêmio de Melhor Destino Culinário do Mundo, na cerimônia chamada de World Travel Awards, considerada o Oscar do turismo. Isto é um ótimo indicativo de como a culinária peruana vem se destacando e ganhando espaço na última década, virando uma referência internacional.

Quem visita o país, pode experimentar vários sabores, já que a gastronomia peruana possui diferentes vertentes, e cada uma tem as suas características específicas. Os amantes da cozinha dividem a culinária do Peru em seis principais regiões: a Amazônica, rica em elementos, por vezes exóticos, da floresta; a da Costa Norte, especialista em ceviches – um dos pratos mais famosos do país – e frutos do mar; a de Lima, contemporânea e com fortes influências chinesas; a de Arequipa, mais rústica e rural; a Andina, que você vai encontrar nas regiões de altitude e a Nova Andina, que trás uma abordagem mais leve e moderna em relação à Andina tradicional.

culinaria-peruana

Toda esta mistura, a grande estrutura gastronômica para receber os turistas no país e o trabalho de popularização, que permite que várias pessoas de diferentes partes do mundo tenham acesso aos sabores e peculiaridades das comidas peruanas fazem com que a culinária do Peru ganhe cada vez mais fama e conquiste de vez o seu espaço.

Peru: País de sabores

Conheça alguns pratos típicos

De tão importante, em 2007, a gastronomia peruana (Veja os melhores restaurantes de Lima) foi declarada um patrimônio cultural do país. A justificativa foi a de que ela tem o poder de mostrar a expressão cultural do povo peruano e ajudar na consolidação da identidade nacional. Entre os muitos pratos típicos que podem ser apreciados, destacamos alguns que são bem famosos:

Ceviche: provavelmente, é o prato mais conhecido do Peru. Consiste em um marinado de pescados em limão peruano, cebola, sal, alho e pimenta. É importante ressaltar que existe uma grande variação de receitas, conforme a região e o local.

Ají de Galina: surge da mistura entre o frango desfiado e um caldo preparado com pimenta peruana e pão umedecido em leite. É tradicionalmente servido com batatas cozidas, azeitonas pretas, arroz e ovo cozido.
Lomo Saltado: é um dos pratos mais solicitados no Peru. O filé em tiras é preparado com tomate, cebola e pimentão, e vem acompanhado com arroz a batatas fritas.
Papa a La Huancaína: é presença certa nos dias festivos do país e é super simples de ser feito. Ele surge da mistura entre a batata amarela, a pimenta, o leite e o pão.

Além das comidas salgadas, as sobremesas peruanas também são deliciosas e agradam vários gostos. Elas vão do Suspiro de Limeña, que é feito com leite condensado e merengue de vinho do porto até os Ravioles Crocantes de Chocolate, uma massa crocante recheada com chocolate que acompanha a sopa fria de lúcuma – fruto bastante comum na gastronomia peruana.

 

[CONHEÇA OS MELHORES RESTAURANTES DA CIDADE DE LIMA]

 

Peru: País de Sabores que dão dinheiro para o Peru

A revolução gastronômica que vem ocorrendo no país durante os últimos tempos tem atraído uma multidão de turistas que se impressionam com a estrutura existente no país. Eles não só vão a Cuzco e Machu Picchu, mas também desejam visitar a rica gama de restaurantes que encontram, principalmente em Lima, considera a capital gastronômica da América Latina.

Segundo o Ministério de Comércio Exterior e Turismo, no ano passado, o Peru recebeu 3,1 milhões de turistas, que gastaram aproximadamente US$ 3,9 bilhões. Para a Câmara Nacional de Turismo do Peru, grande parte do dinheiro é gasto pelos turistas em restaurantes locais: estima-se que US$ 21 sejam destinados na compra de comidas.

[VEJA 5 MOTIMOS PARA VISITAR O PERU]

Além disso, a culinária peruana tem beneficiado 5,5 milhões de pessoas, direta ou indiretamente, se formos levar em conta toda a cadeia produtiva do setor: da produção dos ingredientes até o prato pronto para ser servido nos restaurantes. E quer saber outro dado impressionante? A cada ano, 15 mil cozinheiros são formados em escolas de culinária peruanas.

O Peru foi o primeiro país fora da frança a receber a Escola de Gastronomia Le Cordon Bleu.

Com certeza, o país ganha muito com toda esta fama, estrutura e sustentabilidade, mas quem ganha mais ainda é o turista, que tem a certeza que poderá desfrutar dos espetaculares pratos típicos do Peru por muito tempo!

Texto : Machu Picchu Brasil no Google+

Encontre-nos a Machu Picchu Brasil no Facebook

 

 

 

Resumo
Peru: País de Sabores
Nome do artigo
Peru: País de Sabores
Descrição
Peru: País de Sabores No final de 2013, o Peru: País de Sabores ganhou pela segunda vez consecutiva o prêmio de Melhor Destino Culinário do Mundo.
Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *