Huaraz: 4 lugares para incluir em seu roteiro de viagem

Se você é apaixonada por natureza e cenários de tirar o fôlego, com direito a montanhas nevadas e lagos azul-turquesa, está na hora então de explorar um dos cantinhos mais especiais e fascinantes do Peru.

Estamos falando de nada menos que Huaraz, a “princesa” da Cordilheira Branca e um dos destinos mais impressionantes de todo o país.

Se quer conhecer um pouco mais desse paraíso, o que tem de bom por lá, como chegar e quais os principais atrativos, está no lugar certo. Neste post, separamos algumas dicas imperdíveis para você montar um roteiro inesquecível e vivenciar a melhor trip de sua vida. E aí? Bora começar?

O que torna Huaraz um dos lugares mais lindos do Peru?

O grande destaque de Huaraz, indiscutivelmente, é a natureza. Por lá, o que não faltam são lagoas de cores inacreditáveis, vales nevados arrepiantes, geleiras de proporções gigantescas, além, claro, de uma fauna rica em espécies típicas, como as simpáticas lhamas e alpacas, sempre presentes nos passeios.

Como não poderia ser diferente se tratando de turismo no Peru, a região de Huaraz também esconde mistérios e magias de povos antigos e conta com um dos mais impressionantes sítios arqueológicos do país. Abaixo, separamos algumas dicas de lugares imperdíveis em Huaraz, só para dar um gostinho do que você vai encontrar por lá. Confira!

1- Chavin de Huantar

Considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, Chavin de Huantar é um enorme sitio arqueológico que cobre, pelo menos, 15 hectares da região. Ali, funcionava o grande centro do Império Chavin, ainda mais antigo que os famosos Incas de Machu Picchu. Estima-se que ele tenha existido entre 1.500 e 400 a.C, exercendo seu poder por todo o Peru, Bolívia e Equador.

A população do Império Chavin era formada por exímios agricultores e sua ligação direta com os astros os permitiu explorar técnicas de plantações e colheitas inacreditáveis para aquela época. Outra característica marcante desses primeiros habitantes de Huaraz é o forte apelo religioso, comprovado em peças de pedras dedicadas ao Deus Lanzon, labirintos e espaços subterrâneos existentes até hoje.

Entre os objetos mais curiosos, estão as cabeças talhadas em pedras que representam xamãs em estado de transe, além de uma enorme rocha com buracos para a observação do céu e estudos astronômicos.

Para finalizar com chave de ouro o que pode ser apenas o primeiro dia de passeio de seu roteiro, a região conta com mirantes de cair o queixo, onde é possível admirar a Laguna Qerococha, localizada a quase quatro mil metros de altitude. Mas segure o seu fôlego, pois é só o começo da trip!

Huaraz

2- Laguna Llanganuco

Só uma dica antes de começar: esteja com o cartão de memória vazio com bastante espaço, ok? Afinal, nesta região dá pra tirar fotos dignas de papel de parede! Sem dúvidas, Llanganuco é um dos cenários mais incríveis da região e o ponto de visão é privilegiado (Vale do Callejon de Huayas). De lá é possível avistar as lagoas formadas pelo degelo, em meio às duas gigantescas cordilheiras.

Neste passeio, também é possível visitar a cidade Yungay, que foi devastada por um terremoto em 1970. Na ocasião, todas as construções foram soterradas por uma avalanche.

A Laguna Llanganuco fica dentro do Parque Huascarán e o local é perfeito para caminhar e admirar a imensidão daquele paraíso. Escolha um cantinho, relaxe, respire e sinta a energia única desse lugar. Ou, se preferir, alugue uma canoa e deslize pela tranquilidade daquelas águas geladas.

Na volta, não deixe de fazer uma pequena pausa no povoado de Taricá e conhecer a riqueza de seu artesanato.

Huaraz

3- Glaciar Pastoruri

Essa é a hora de provar se aquele seu casaco de frio valeu mesmo o investimento! Essa imensa geleira é mais um dos espetáculos de Huaraz e está localizada a nada menos que 5.100 metros de altitude.

Se já se surpreendeu só com isso, vai com calma! Antes mesmo de chegar ao cenário principal, tem algumas paradas de cair o queixo. A começar pela Pumapampa, uma nascente de água gasificada e rica em chumbo. Depois, tem a laguna Pumapashimi, ou simplesmente Lagoa 7 Cores, que muda de tons de acordo com a posição do sol e, pelo que dizem os locais, é onde nasce o arco-íris. Por fim, o caminho é contemplado pelas magnificas Puyas Raimondi, espécies de bromélias de até 15 metros e que florescem apenas uma vez na vida.

Acredite: isso é só o caminho! Ao chegar, de fato, no Glaciar Pastoruri, o cenário é simplesmente indescritível e não bastam fotos e imagens para comprovar. É preciso sentir e vivenciar esse espetáculo que, infelizmente, segundo especialistas, tem apenas mais 15 anos de existência por causa do aquecimento global.

Huaraz

4- Laguna 69

Talvez a mais esperada pela maioria dos viajantes, tendo em vista o nível de aventura e, claro, uma paisagem inigualável. Até a sua borda, prepare-se para uma caminhada de três horas por uma altitude de 4.600 metros, um tanto quanto puxada.

Não desista! Esteja acompanhada de um guia experiente, calçados confortáveis, água e descanse sempre que necessário. O cenário final é recompensador e valerá cada passo e esforço dado.

A Laguna 69 é fruto do degelo dos grandes vales nevados que a cercam, como Pisco, Chacraraju, Yanapaccha e Huascarán, este último considerado o mais alto do país com 6.768 metros. O azul, contrastado com as rochas e a neve das montanhas, torna o lugar surreal, a ponto de até os mais experientes viajantes se emocionarem com tamanha beleza da natureza.

Enfim, um roteiro por Huaraz, sem dúvidas, é uma das viagens mais incríveis que você pode fazer no Peru, seja exclusivamente para explorar a região, seja como complemento de Machu Picchu ou outros destinos. No Brasil, é possível encontrar pacotes exclusivos para Huaraz ou montar um personalizado! Para isso, feche apenas com agências especializadas no turismo peruano e preze por quem realmente poderá proporcionar experiências inesquecíveis.

Huaraz

Curtiu o nosso post? Tem aquele(a) companheiro(a) de aventuras que não perde uma oportunidade de botar a mochila nas costas e cair na estrada? Então, compartilhe o artigo e marque a pessoa! Quem sabe Huaraz não será o próximo destino de vocês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *