Ecoturismo: 4 montanhas para conhecer (e amar) no Peru

Não há dúvidas que, no quesito ecoturismo, o Peru é um dos destinos mais propícios do continente para os amantes da natureza e aventura.

Uma das atividades mais buscadas por aqueles dispostos a explorar o país (e garantir os melhores registros fotográficos) são as infinitas trilhas e caminhos que levam o viajante às partes mais altas deste paraíso.

E aí? Pronta para a aventura? Então, antes de preparar os tênis e o bastão de trekking, confira as dicas imperdíveis com as quatro montanhas no Peru mais incríveis para você montar o seu roteiro de ecoturismo por lá! Bora começar?

As quatro montanhas mais lindas para uma expedição de ecoturismo no Peru

1- Huayna Picchu

Certamente, não dá para falar de uma viagem ao Peru sem citar a atração principal do país: a cidade perdida de Machu Picchu. Apesar da fama das concorridas trilhas incas, que levam os aventureiros até a entrada do parque a pé, depois de cerca de 4 dias de caminhada, Machu Picchu preserva muitos outros segredos e curiosidades.

Um deles é a montanha Huayna Picchu, destino de muitos amantes do ecoturismo, que encaram a caminhada de cerca de 2 Km até o seu topo para terem uma vista diferenciada da cidadela. Muitos desconhecem a montanha, mas certamente a reconhecem das imagens clássicas de Machu Picchu. Sabe aquele “morro” mais alto, ao fundo do cenário da cidade inca? Pois bem, é exatamente aquela montanha que se chama Huayna Picchu.

Se você se animou em fazer o desafio, é bom saber que a caminhada não é nenhuma moleza e é super recomendado estar em bom preparo físico e, claro, estar acompanhada de um guia profissional. Além disso, é bom se antecipar, pois, assim como Machu Picchu, os ingressos são concorridíssimos e limitados. Logo, trate de consultar uma agência de viagens especializada em Machu Picchu para lhe orientar e garantir a vaga!

2- Salkantay

Para quem busca chegar em Machu Picchu sem se preocupar com as limitações das trilhas convencionais e ainda curtir cenários e desafios totalmente diferentes, Salkantay é a melhor pedida. Trata-se de um enorme nevado, de nada menos que 6.271 metros de altitude (haja folha de coca para mascar!).

Apesar de desafiador, quem faz o caminho por entre trechos frios, quentes, secos e de mata fechada garante que a aventura é compensadora. Um verdadeiro roteiro clássico de ecoturismo no país!

Para deixar o roteiro ainda mais mágico, há pacotes disponíveis que incluem pernoites em cabanas com tetos de vidro, em que é possível admirar a noite mais estrelada de sua vida. Não há palavras para definir o cenário, mas, de fato, este é um dos momentos mais surpreendentes do passeio. Durante praticamente toda a caminhada, a montanha de Salkantay parece aumentar a sua grandeza e preencher a paisagem, que é digna de um papel de parede. Depois de seis dias, em média, a recompensa se dá com a chegada até a cidadela de Machu Picchu. Roteiro perfeito, não é mesmo?

Ecoturismo

3- Huamantay

Uma das paisagens mais lindas de todo o mundo. No cenário, um enorme vale de montanhas em torno de uma incrível lagoa de água azul chamada Laguna Huamantay. É um lugar único a ser visitado em sua viagem de ecoturismo no Peru e que, com toda a certeza, compensa qualquer dificuldade de suas trilhas.

O início da caminhada se dá em Soraypampa. Depois de 2,5 Km a pé chega-se até o paraíso das águas azuis turquesa, que se misturam ao verde da mata e ao branco no topo das montanhas.

Por estar localizada a uma altitude de mais de 3 mil metros acima do mar, é imprescindível que o viajante esteja habituado ao ambiente e com o preparo físico em dia. Por fim, reforçamos a importância do acompanhamento de um guia profissional e de todo o suporte de uma agência especializada em ecoturismo e viagens ao Peru.

Ecoturismo

4- Montanha de 7 cores

A queridinha dos amantes do ecoturismo, a Montanha de 7 cores, no Peru, é sem dúvidas uma das maravilhas que o país preserva e o faz uma referência de paisagens exóticas e únicas no mundo todo. Também conhecida como Vinicunca, Montanha Colorida e Montanha Arco-Íris, esse paraíso fica localizado a mais de 6 mil metros de altitude e a cerca de 100 Km da cidade de Cusco, berço da civilização Inca.

A explicação para a sua coloração tem resposta na diversidade de minerais encontrados em suas terras. São estes minerais que criam este verdadeiro espetáculo natural, que fascina qualquer viajante. Além de toda a beleza exuberante, diversas lendas tornam o local ainda mais místico e interessante, assim como todo o restante do país.

Muitos defendem que ali houve uma devastadora seca que atingiu toda a região, levando os irmãos Salkantay e Ausangate a desbravarem outros terrenos, resultando na descoberta da montanha. Assim, surgiram os nomes dos picos nevados mais altos da cordilheira: Salkantay e Ausangate.

Para visitar a Montanha das 7 cores há pacotes com guias, que conduzem a caminhada até o ponto mais famoso e com a vista mais privilegiada do vale colorido. Assim como as demais trilhas, é muito importante que você esteja aclimatada com a altitude para não sentir muito os efeitos do soroche. Por fim, esteja com um bom preparo físico, tenha equipamentos e calçados confortáveis e não se esqueça de se hidratar sempre. Fazendo isso, o passeio será inesquecível, certamente!

Enfim, estas foram nossas quatro dicas sobre as montanhas mais incríveis do Peru para um roteiro perfeito para aqueles que amam praticar o ecoturismo. Sem dúvidas, o país oferece uma infinidade de trilhas e trekkings para todos os gostos e níveis de dificuldades e, em todas as opções disponíveis, é fundamental que você conte com um suporte especializado de guias e de uma agência de viagem de confiança, combinado?

Agora que você tem as dicas em mãos, que tal se aventurar em alguma delas? Confira todos os nossos pacotes, com preços e roteiros para você realizar a melhor viagem de sua vida. Ah, e, se preferir, montamos um roteiro personalizado exclusivamente para você! Venha conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *