Como organizar a minha primeira viagem internacional

Muitas pessoas ficam inseguras ao realizar a sua primeira viagem internacional. Mas, na verdade, não é necessário ficar receoso. Nesse texto, explicitaremos algumas dicas para organizar a sua viagem e não ter surpresas ao chegar ao seu destino.

Escolha dos melhores destinos

Muitos buscam destinos na América do Sul pela proximidade e também pela facilidade na comunicação, além da Argentina e Chile que são amplamente divulgados e vendidos pelas as agências de viagem, e um destino que se desponta como um dos melhores destinos latinos é o Peru, com uma gastronomia rica, um serviço turístico invejável e também um dos países que mais cresce economicamente na América, o Peru ainda tem Machu Picchu, as Linhas de Nazca, o Lago Titicaca (lago navegável mais alto do mundo), Canyon del Colca (um dos mais profundos do mundo) e muitos Patrimônios Mundiais da Unesco como Cuzco e Arequipa.

Veja Aqui! – 5 Motivos para Visitar o Peru

Escolha uma agência de viagens especializada no destino

Escolher um destino, pesquisar quais companhias aéreas fazem voos para este destino e qual o melhor período para se viajar e qual a melhor tarifa; pesquisar sobre os passeios que são oferecidos; quais hotéis se hospedar e pesquisar onde estão localizados e quais as avaliações que esses hotéis possuem; pesquisar qual a melhor forma de se fazer os passeios que deseja; encontrar bons guias; bons restaurantes; bons locais para compras; etc etc e etc.

Veja Aqui! – Por conta ou com Agência

Providencie os documentos necessários com antecedência

Peru: País de saboresO primeiro fator que você deve considerar ao pensar na sua primeira viagem internacional diz respeito às quais documentos são necessários para entrar no país de destino. No caso de brasileiros que pretendem viajar para países que fazem parte do Mercosul, é necessária a carteira de identidade (RG) com expedição de até dez anos em bom estado. Não são aceitos documentos como: CRM, OAB, Carteira de Motorista, Certidão de Nascimento ou qualquer outro documento de Classe.

Para viajar aos demais países, é preciso ter o passaporte brasileiro válido, além de outros documentos que possam ser pedidos pela imigração do país de destino.

Para crianças menores de 18 anos e acompanhada de um adulto responsável, será necessário o preenchimento de uma autorização emitida pela Policia Federal do Brasil.

Veja Aqui! – Viajar para o Peru com Menor de Idade

Faça suas malas com antecedência

Não deixe para fazer as malas na última hora porque você poderá esquecer coisas importantes. Na sua bagagem de mão, priorize levar objetos de higiene pessoal, como escova e pasta de dentes, além de dinheiro, documentos e cartões. Caso você leve seu notebook ou outros aparelhos eletrônicos, também os leve na bagagem de mão, para não correr o risco de eles serem danificados durante a viagem.

Outra dica importante e que facilita a sua vida na hora de pegar a mala na esteira é amarrar uma fitinha colorida para que ela seja identificada mais rápido e evite confusões.

Considerando os destinos  e as características climáticas e geográficas de cada um deles, tenha atenção ao escolher as roupas que serão levadas para a viagem.

Veja Aqui! Como organizar suas malas para viajar ao Peru

Coloque em dia o seu cartão de vacinas

Hoje em dia, é essencial que o viajante esteja com as vacinas em dia antes de viajar para o exterior, e não esqueça que necessita da carteirinha de vacinação internacional, veja no site da ANVISA os destinos que a vacinação é obrigatória.

No caso de viagem para o Peru, as orientações da ANVISA são para que o viajante tome a vacina contra a febre amarela, caso vá viajar para a Região Amazônica.

Se, por outro lado, você for viajar para a região Sul do Peru, como Machu Picchu, Cusco e Lima não é necessário se preocupar.

Dólares ou a moeda do país?

Uma dúvida constante é sobre qual a melhor opção: comprar dólares ou a moeda do próprio país?

A resposta varia de acordo com o país para o qual você vai viajar. No caso do Peru, é interessante comprar dólares, levar Reais e utilizar seus cartões de crédito débito e Visa Travel Money,  já que os estabelecimentos comerciais peruanos aceitam todos os tipos de pagamento.

Além disso, eles devolvem o troco em soles – considerando a taxa de câmbio – o que faz com que você tenha tanto dólares quanto soles na carteira.

Cotações dia 06/02/2015
US$ 1,00 = S./ 3,05 (nuevo soles)
R$ 1,00 = S./ 1,05 (nuevo soles)
€ 1,00 = S./ 3,40 (nuevo soles)

Leve um adaptador de tomada

Grande parte das tomadas no Peru são aquelas com dois pinos chatos, parecidas com as de telefone. É bastante provável que os hotéis ofereceram adaptadores aos seus hóspedes, mas também é bom se prevenir e levar o seu próprio carregador.

Tenha em mente que o sucesso da sua primeira viagem internacional depende de você, da sua organização e da agência de viagens que você contrata. Para não ter dor de cabeça o melhor a fazer é planejar tudo com muita antecedência!

Chegue cedo ao aeroporto

Ao fazer viagens internacionais, lembre-se de chegar ao aeroporto com pelo menos três horas de antecedência do voo, para fazer o check-in, conforme orientações no site da INFRAERO – Veja o Guia do Passageiro

Dentro do Peru este tempo é de três horas para voo internacional e duas horas para voo nacionais.

Veja neste video como é a chegada no Peru:

 

Você precisará passar por filas

Quando chegar ao destino escolhido, não se desespere se você for direcionado a uma fila. É a fila da Imigração. Lá, você apresentará os seus documentos e também falará o tempo que vai ficar no país e o motivo de estar ali. Algumas vezes os policiais podem te fazer várias perguntas e tomar bastante o seu tempo. Mas é importante que você responda todas calmamente para passar pela Imigração sem problemas.

No Peru a entrada é muito simples, pois além de poder entrar com seu RG o turista poderá ficar 90 dias no país somente com o carimbo de turista, um coisa muito importante é seu Cartão Andino de Imigração (TARJETA ANDINA DE MIGRACIONES), ao chegar no PERU você receberá um cartão branco, onde preencherá seus dados e onde receberá o carimbo da imigração, este mesmo cartão deverá estar junto do seu passaporte todo o tempo, ele será requisitado nos hotéis, passeios e principalmente na saída do país.

viagem internacional peru
Cartão Andino de Imigração ou Tarjeta Andina de Migraciones

*Atenção: Na chegada ao Peru além da imigração, você terá que retirar suas malas no Aeroporto Internacional de Lima, caso tenha um voo de conexão a Cuzco ou outro destino do país, necessita fazer um novo check-in e embarcar suas malas.

Você tem uma longa viagem pela frente

Tenha em mente que você passará um bom tempo dentro do avião. No caso de viajar para o Peru, são aproximadamente cinco horas de viagem. Assim, escolha roupas confortáveis para viajar, leve um bom livro sobre a cultura local e espere boas recordações deste país tão maravilhoso.

Protected by Copyscape Online Copyright Checker

 


eBook, É 
Gratuito! – 10 dicas para organizar a sua VIAGEM AO PERU

viagem internacional peru

 

Saiba que o maior perigo de se conhecer o Peru é se apaixonar pelo país e querer ficar mais e mais no lugar. O que está esperando para visitá-lo e se surpreender com a beleza e com os encantos peruanos? Na volta, conte pra gente o que achou da experiência em Machu Picchu nos comentários!

Texto : Machu Picchu Brasil no Google+

viagem internacional peru

 

viagem internacional peru   viagens internacionais Peru

 

viagem internacional peru

Resumo
Como organizar a minha primeira viagem internacional
Nome do artigo
Como organizar a minha primeira viagem internacional
Descrição
Muitas pessoas ficam inseguras ao realizar a sua primeira viagem internacional. Mas, na verdade, não é necessário ficar receoso. Nesse texto, explicitaremos algumas dicas para organizar a sua viagem e não ter surpresas ao chegar ao seu destino.
Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *