Como levar medicamentos em viagens internacionais

Se você está programando ou já definiu sua viagem, a preocupação em relação aos remédios que usa com frequência é muito comum, já que cada país pode ter suas regras e disponibilidades diferentes em relação a esse assunto. Sendo assim, preparamos algumas dicas sobre como levar medicamentos em viagens internacionais.

Em primeiro lugar, não esqueça de garantir um bom seguro saúde para a sua viagem.

As agências de viagem geralmente oferecem esse serviço em seus pacotes, o que é importantíssimo em caso de emergências mais urgentes e pequenos imprevistos.

Medicamentos em Viagens Internacionais

Se você está acostumado a tomar determinados comprimidos que funcionam para eventuais dores ou qualquer mal estar comum no dia a dia, e principalmente durante uma viagem, organize um pequeno estojo com esses itens principais e transporte na sua bagagem que não será despachada, para tê-los sempre perto caso seja necessário.

E não esqueça de utilizar as embalagens originais dos remédios.

Medicamentos em Viagens Internacionais

Medicamentos com tarja preta ou vermelha precisam estar acompanhados da receita, que com o nome do passageiro e o carimbo médico. E a quantidade de remédios deve estar de acordo com o que você vai precisar durante todo o período da viagem, já que as receitas prescritas no Brasil não valem no exterior. Colírio e soro fisiológico só precisam de receita caso o frasco exceda 100ml.

Dias antes de sua viagem, consulte se existe alguma regra específica no local de destino, relacionada à entrada de medicamentos, inspeção por agentes de segurança sanitária ou proibição. Isso também vai te ajudar sobre como levar os medicamentos.

Medicamentos em Viagens Internacionais

Além disso, em alguns destinos como Cusco, no Peru, há o famoso mal da altitude (soroche), que pode causar falta de ar, tontura, enjoo e dor de cabeça. Por isso recomenda-se que você leve analgésicos, além de descansar antes de partir para Machu Picchu. E isso, aliado a outros cuidados básicos evita ou ameniza esses sintomas.

Veja o check-list que preparamos para te ajudar:

  • Analgésico para dor de cabeça
  • Analgésico e Anti-inflamatório para dores musculares
  • Remédio para enjoo
  • Remédios para azia, má digestão, gases e diarreia
  • Colírio e Antisséptico
  • Antialérgico
  • Anti-inflamatório
  • Anti-histamínico
  • Antitérmico
  • Antigripal
  • Laxante leve
  • Soro fisiológico
  • Curativo adesivo
  • Atadura ou micropore
  • Algodão e gaze
  • Pomada para assaduras
  • Descongestionante nasal
  • Analgésicos para infecção urinária leve
  • Anticoncepcional, se for o caso

Também considere levar esses itens, nas versões menores, próprias para viagens:

  • Protetor solar
  • Repelente contra insetos
  • Álcool gel

Medicamentos em Viagens Internacionais

No site da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), você encontra mais informações:

>>> Dicas de Saúde para Viagem

>>> Centros de Orientação do Viajante

De qualquer forma, nós desejamos que a sua viagem seja ótima e que você não necessite fazer uso de nenhum medicamento! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *