Chan Chan: conheça a maior cidade de barro do mundo

Não é de hoje que o Norte do Peru vem chamando a atenção de muitos viajantes, seja pelos atrativos culturais, seja pela natureza exuberante, além, claro, dos preços de roteiros bem convidativos.

Entre os lugares mais incríveis dessa região, está a cidade pré-histórica de Chan Chan, que foi império do povo Chimú, ainda mais antigo que os famosos incas de Machu Picchu.

Mas não é só isso que torna o destino especial! Todas as construções são feitas em adobe e, incrivelmente, se preservaram ao longo dos séculos, fazendo do local a maior cidade de barro do mundo.

Quer conhecer um pouco mais sobre esse lugar fantástico e repleto de história e magia? Então, continue a leitura e tome nota das dicas, afinal, quem sabe esse não será seu próximo destino de viagem pelo Peru? Vamos lá!

Um pouquinho sobre a história da cidade de Chan Chan no Peru

Apesar de menos conhecidos que os incas, os Chimús construíram um reinado grande e poderoso a partir do século IX e XV, onde se encontra a cidade de barro de Chan Chan, mais exatamente entre os anos 850 e 1470. Após esse período, a vila teria sido anexada ao Tahuantinsuyo (o império Inca).

Até onde se sabe, os Chimús chegaram a controlar uma área de mais de mil quilômetros de extensão entre a capital Lima e a fronteira com o Equador. Apesar dessa imensidão, o centro político e cerimonial era, exatamente, a cidade de Chan Chan, no qual se acredita ter abrigado mais de 100 mil pessoas durante o seu apogeu. Incrível, não é mesmo?

Como é a cidade de Chan Chan hoje?

Pesquisas estimam que toda a cidade de Chan Chan já tenha ocupado uma área de mais de 22 km², mas atualmente restam cerca de 14. Em 1986, foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco e os esforços do governo peruano e de arqueólogos de manterem as construções são grandes, já que o poder da erosão é um fator de risco para suas construções.

As visitas se restringem à área ao redor do Palácio Nik An (antigamente chamado de Tshudi), um dos espaços de Chan Chan que foram identificados como um dos mais importantes centros políticos da nobreza Chimú. O local é amuralhado e abriga praças cerimoniais, locais para armazenagem de alimentos, recintos privados, um cemitério e outros variados espaços. Todos com muros e paredes de barro e, na maioria, com desenhos de animais e traços geométricos esculpidos.

O que visitar na cidade de barro de Chan Chan?

Palácio Nik An

Como citamos, Nik An é o principal centro de visitação de Chan Chan. Ali, é possível percorrer suas alas e corredores, observando os desenhos nas paredes de barro, com destaque para os peixes e ondas do mar, o que mostra a relação do povo Chimú com a pesca.

Ao todo, o passeio desse sítio arqueológico dura em torno de uma hora, o que é suficiente para se informar sobre mais detalhes do lugar e tirar muitas fotos.

Chan Chan

Museu de Chan Chan

O local é bem pequeno, porém repleto de curiosidades e peças importantes para desvendar a história da cidade de barro. Entre os principais objetos, estão alguns vasos e esculturas de cerâmica e argila, além de réplicas das embarcações usadas pela civilização Chimú.

Chan Chan

Templo Esmeralda

O templo era usado para fins cerimoniais pelos seus antigos habitantes. Pequeno e em excelente estado de conservação, o espaço pode ser percorrido em pouco tempo. O mais legal é que os visitantes podem subir e descer os degraus e caminhos de barro da construção.

Chan Chan

Huaca del Dragon

Para fechar o passeio de Chan Chan, a Huaca del Dragon. Também conhecido como Huaca Arco-íris, é uma das construções mais especiais e surpreendentes de todo o complexo arqueológico. Ambos os nomes se devem aos desenhos esculpidos em suas paredes, tanto de dragões como os de arco-íris.

Tudo é incrivelmente preservado e é possível admirar cada detalhe dessa obra de arte pré-histórica.

Ainda há muita pesquisa e debate sobre a origem desse templo em Chan Chan. Alguns arqueólogos e pesquisadores defendem a ideia de que a construção tenha sido erguida pela cultura Moche, ainda mais antiga que a própria civilização Chimú. Enquanto isso, resta ao viajante embarcar no tempo e na história para tentar desvendar os mistérios desse lugar mágico e místico.

Chan Chan

Como visitar a cidade de barro de Chan Chan?

O sítio arqueológico fica localizado no Vale do Chimú, no Norte do Peru, e o principal ponto de partida para o passeio é a cidade de Trujillo, que, a propósito, também preserva muita história e atrativos.

Assim como outros passeios pelo Peru, chegar até Trujillo e depois até a cidade de Chan Chan requer planejamento, organização e experiência de viagem. Afinal, a logística no país não é uma das mais fáceis de lidar e isso pode custar tempo e dinheiro para o viajante. Além disso, as atrações não são tão próximas umas das outras e, certamente, você vai querer visitar muitas outras coisas no mesmo dia.

Portanto, indiscutivelmente, a maneira mais prática e segura para explorar a região sem perrengues ou dor de cabeça é por meio de uma agência especializada. Hoje, é possível encontrar roteiros exclusivos para o Norte do Peru, o que inclui a região de Trujillo e Chiclayo, com todo o suporte e conforto para sua trip!

Enfim, a cidade de barro de Chan Chan é apenas mais uma prova de como o Peru é um país repleto de mistérios e histórias infindáveis, muito além de Machu Picchu e dos incas. A região norte do país é mais um destino cativante e surpreendente que merece ser explorado por quem ama aventura e busca experiências diferentes! Portanto, ficam as dicas para você se planejar e conhecer o “lado B” peruano!

Curtiu o post? Quer conhecer outra atração imperdível e misteriosa do Norte do Peru? Então, não deixe de ler também nosso próximo artigo sobre o enigmático Mercado das Bruxas e suas curiosidades! Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *