Arequipa: o que fazer, pontos turísticos e como chegar

Que uma viagem ao Peru pode te surpreender a cada dia, disso ninguém duvida mais! Porém, e se além de Lima, Cusco e Machu Picchu, a gente dissesse que daria para emendar o roteiro para um paraíso ainda mais fascinante, em meio a vulcões cobertos de neves e cânions arrepiantes? Pois bem, então anote na agenda, pois, certamente, você se apaixonará por Arequipa!

Como única empresa especializada 100% no turismo peruano e conhecedores de cada cantinho mágico desse país, nós resolvemos preparar um post, exclusivamente, para falar de Arequipa, um destino fabuloso e um tanto quanto desconhecido por grande parte dos turistas!

Sendo assim, prepare as pernas, o coração e a câmera fotográfica, pois temos certeza de que essa pode ser a melhor trip de toda a sua vida. Bora pra aventura?

Conhecendo um pouquinho de Arequipa no Peru

Arequipa está localizada ao sul do Peru e, sem dúvidas, é uma das joias raras dessa região que, cada vez mais, impulsiona o turismo peruano e mostra que o país tem muita coisa legal, além de Machu Picchu e Cusco.

Bom, assim como muitas outras cidades peruanas, Arequipa também teve forte influência dos espanhóis no século XVI, o que a faz ostentar, até os dias atuais, lindíssimos casarões coloniais e fachadas em estilo barroco, suntuosas igrejas, praças arborizadas e simpáticas ruas de pedra.

No entanto, os encantos do turismo em Arequipa vão muito além disso. Ainda pelo centro da cidade, é possível encontrar edifícios construídos em sillar, material petrificado oriundo do vulcão El Misti, um dos principais símbolos da região.

Os seus quarteirões históricos não economizam em detalhes e nem no charme diversificado de suas construções, prédios, comércios e hotéis, o que garantiu o tombamento e reconhecimento da UNESCO como patrimônio histórico da humanidade.

Além dessa beleza arquitetônica e de todo o seu apelo histórico, Arequipa é famosa também por sua gastronomia e, cá entre nós, uma das mais impecáveis de todo o Peru. São restaurantes e bares por todos os cantos, desde os mais típicos até os mais modernos, exalando seus temperos pelas janelas e aguçando a fome de quem caminha pela cidade. Para quem curte pratos mais apimentados, saiba que essa é uma das principais marcas da culinária arequipenha.

Por fim, o turismo em Arequipa se estende também a regiões ao redor, com atrações incríveis e arrepiantes, que incluem montanhas gigantescas, vastos campos de plantação, cânions, pequenos vilarejos tradicionais e, claro, os imponentes vulcões que marcam a paisagem única e imbatível da cidade.

Simplesmente apaixonante e não é à toa que Arequipa significa “Sim, fique!” em Quéchua.

LEIA TAMBÉM

– Chiclayo: conheça a cidade da amizade no Norte do Peru

– Águas Calientes: o que fazer na cidade antes de Machu Picchu

E o que fazer em Arequipa no Peru?

Se não bastasse toda essa experiência que destacamos no tópico acima, ainda tem muita coisa a se fazer em Arequipa.

Para dar um gostinho a mais de como são os melhores atrativos dessa cidade peruana, nós preparamos uma pequena lista de tudo o que não pode faltar em seu roteiro. Bora conferir?

Plaza de Armas de Arequipa

Ponto mais charmoso de todo o centro histórico de Arequipa, a fabulosa Plaza de Armas é rodeada por belíssimos jardins com palmeiras, chafarizes e, ao fundo, a sua fantástica e imponente catedral em estilo neoclássico.

Ao lado da praça se destaca um fabuloso edifício com uma enorme fachada em arcos e ele fica ainda mais belo à noite, graças à iluminação. Há também um farto comércio, com lojas, galerias, bares e restaurantes de todos os tipos e para todos os bolsos.

Monastério de Santa Catalina

museu santuarios andinos em arequipa

Entre todos os pontos turísticos de Arequipa, esse monastério, sem dúvidas, é um dos passeios mais impressionantes da cidade. Trata-se de um antigo convento para moças, que foi transformado em museu e, hoje, abriga pinturas da Escola Cusquenha de Artes e outras peças do período colonial.

Museu Santuários Andinos

Outro museu em Arequipa é o famoso Santuários Andinos, conhecido principalmente pela exposição da múmia Juanita, que acredita-se ter sido de uma menina sacrificada como oferenda aos deuses no ano de 1466.

Seu estado de conservação é o que mais impressiona. Ela ainda inclui alguns pertences, como sandálias, túnicas de lã de alpaca, artesanatos e outros, igualmente preservados mesmo com o passar do tempo. Para as civilizações antigas do Peru, cerimônias desse tipo eram consideradas uma honra para a família.

Vulcões

vulcoes em arequipa

Quando se fala em vulcões no Peru, certamente, a primeira imagem que vem é a da cidade de Arequipa. E não é por acaso! Ao todo, são três enormes montanhas que cercam a vila, contemplando um cenário sem igual no mundo inteiro e, claro, proporcionando mais uma opção de passeio ao turista. Vamos conhecê-los melhor?

  • Chachani: esse vulcão tem nada menos que 6.089 metros de altura e, por isso, quase sempre está coberto de neve;

  • El Misti: com 5.822 metros de altura, esse vulcão peruano tem o formato perfeito de um cone e está apenas adormecido; sua última erupção foi em 1985;

  • Pichu Pichu: É um vulcão extinto, com sete picos, sendo o mais alto deles com 5.665 metros.

Cânion del Coca

canions em arequipa

Outro ponto turístico de Arequipa é o fascinante (e gigante) Cânion del Coca, um dos mais profundos do mundo. A quase 4.500 metros de altitude, o chamado Mirado La Cruz del Condor proporciona uma vista belíssima e ampla de todo o vale, além de permitir, se tiver sorte, o rasante mágico do condor, pássaro considerado sagrado pelos antigos povos locais.

Valle del Coca

Cerca de 14 aldeias típicas e tradicionais ainda habitam esse local em Arequipa e, sem dúvidas, é uma oportunidade única de vivenciar o que há de mais original na cultura peruana, com pessoas que mantiveram os mesmos costumes de seus antepassados na culinária, na agricultura, nas vestimentas, no artesanato, no idioma e na forma de enxergar a vida. Uma experiência inesquecível!

Povoado Chivay

Povoado Chivay em arequipa

Para quem ficou animado em fazer um tour pelo Cânion del Coca, terá então o povoado Chivay como principal ponto de partida do passeio, sendo possível pernoitar e aproveitar um pouco desse tradicional vilarejo típico do sul peruano.

Além disso, Chivay é famoso por seus banhos de águas termais. Inclusive, acredita-se até que essas águas tenham poderes terapêuticos e mágicos. Que tal renovar as energias assim?

Enfim, essas foram algumas dicas e informações sobre a fantástica cidade de Arequipa, ao sul do Peru. Como dissemos no início, se você quiser incluir esses passeios em sua viagem a Cusco e Machu Picchu, nada a impedirá, desde que você conte com o suporte e a logística de quem é especialista no turismo peruano.

Sendo assim, conheça uma de nossas sugestões de pacote para Arequipa e muitos outros destinos ou, se preferir, converse com um de nossos especialistas e personalize o seu roteiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *